DAEV - Departamento de Águas e Esgoto de Valinhos

Iniciativa é importante para garantir eficiência mecânica da estrutura, que é responsável por captar 50,6% da capacidade hídrica da cidade


Na manhã desta sexta-feira, 8 de outubro de 2021, a equipe de Operação do Departamento de Águas e Esgotos de Valinhos (DAEV) realizou a manutenção do sistema de gradeamento grosseiro da Estação de Captação de Água do Rio Atibaia. A ação foi preventiva, para evitar que materiais sólidos cheguem até as bombas, causando problemas mecânicos que possam prejudicar o fornecimento de água à cidade de Valinhos. 

Parte essencial da estrutura de captação, o sistema de gradeamento grosseiro é formado por uma sequência de grades, que criam uma espécie de ‘peneira’ para impedir a entrada de elementos sólidos – tais como pedras, folhas, galhos e troncos, entre outros, contidos na água bruta – no sistema de bombeamento. “Já estamos preparando a entrada da estação de captação para uma época do ano no qual há, historicamente, um arraste maior de materiais sólidos até o ponto de captação de Valinhos”, falou o titular do DAEV, Ivair Nunes Pereira.

Assim que passa pelas ‘camadas’ de gradeamento, a água segue por uma espécie de canal até chegar na caixa de areia, onde ocorre um processo desarenação e que compreende a decantação da areia para melhorar o processo de pré-tratamento da água. Depois, o recurso ainda bruto segue para o poço de sucção, para então ser bombeado à Estação de Tratamento de Água (ETA) II, que fica no Vila Sônia.

Para a manutenção do sistema as grades saturadas foram retiradas de forma ordenada e receberam jateamento, sendo reinstaladas na sequência. “É um procedimento que ajuda a melhorar a eficiência da captação e a evitar vários tipos de problemas mecânicos, tais como desgastes nos conjuntos motobombas e entupimentos de crivo, entre outros que possam comprometer a capacidade de operação do DAEV", explicou o diretor da Divisão de Operação do Sistema de Água, Marcello Lino. 

A ação preventiva é feita de forma manual e durante o período do ano no qual o nível do rio está mais baixo. A captação do Rio Atibaia representa, atualmente, 50,6% de toda a água que é distribuída no município de Valinhos. O recurso é bombeado até a Estação de Tratamento de Água (ETA) II, que fica no Vila Sônia. Durante a atual crise hídrica enfrentada pela cidade, a água do Rio Atibaia também tem utilizada como suporte de operação pela ETA I, que fica no Vila Embaré.

Compartilhe:

https://twitter.com/intent/tweet?url=