DAEV - Departamento de Águas e Esgoto de Valinhos

Crédito da foto: Departamento de Comunicação (Prefeitura de Valinhos)

Agentes da Defesa Civil e do DAEV (Departamento de Águas e Esgoto de Valinhos) estiveram na manhã desta terça-feira, dia 21, na Barragem João Antunes dos Santos, que fica em Vinhedo, mas pertence a Valinhos, para planejar ações que protejam o local e impeçam a ocorrência de incêndios como os que aconteceram na cidade vizinha em outubro de 2020, que consumiu cerca de 3 milhões de m² na região da barragem. A ação faz parte da Operação Estiagem 2022, deflagrada em todo o Estado de São Paulo desde o início deste mês.

De acordo com o DAEV, a Prefeitura de Vinhedo solicitou apoio a autarquia, por meio da sua Secretaria de Defesa Social e Mobilidade Urbana, para que tomasse medidas preventivas dentro da Operação Estiagem Estadual, em função da presença da área de responsabilidade do órgão valinhense dentro do município de Vinhedo, no caso a Barragem João Antunes dos Santos.

O diretor da Divisão de Operação do Sistema de Água do DAEV, Marcello César Lino e o diretor da Defesa Civil, Marcos De Paula, acompanhados de agentes de defesa, percorreram a área vegetal da barragem João Antunes dos Santos e traçaram alguns pontos que podem ser alvos de aceiros preventivos, abertos para evitar o início ou propagação do fogo.

"Como a barragem é nossa responsabilidade, ainda que esteja dentro da cidade de Vinhedo, vamos cuidar para atender à solicitação da nossa cidade vizinha. Já estamos tomando providências, por meio da Defesa Civil, para proteger não somente a área da nossa barragem, mas outras que corram risco de incêndios durante a Operação Estiagem", destacou a prefeita Capitã Lucimara Godoy.

Marcos De Paula, diretor de Defesa Civil, órgão da Secretaria de Segurança Pública e Cidadania, explicou que os aceiros a serem abertos terão de ser estratégicos, haja visto que a Barragem João Antunes dos Santos é muito extensa em área e vegetação. "Precisamos trabalhar bem o local para que ofereça proteção à toda área e também aos moradores vizinhos e suas propriedades, otimizando assim os trabalhos", salientou.

Nos próximos dias, o diretor de Defesa Civil afirmou que a equipe do órgão fará uma nova vistoria na área para vislumbrar os locais onde poderão ser desenvolvidos os aceiros.

História

Este ano, a Barragem João Antunes dos Santos, que está na bacia do Córrego Bom Jardim, completa 48 anos que foi adquirida por Valinhos. O local é um dos mais antigos na captação de água que abasteceu até mesmo moradores de Campinas. Foi construída no fim do século XIX por engenheiros ingleses contratados pela Prefeitura de Campinas para abastecer a cidade campineira, e na década de 70 foi comprada por Valinhos.

Departamento de Comunicação - Prefeitura de Valinhos

Compartilhe:

https://twitter.com/intent/tweet?url=